Força, energia e misticismo…

Olá peoples!

Vamos, mais uma vez, começar a semana na companhia das sábias palavras de C.S. Lewis. Coloquei a seguir dois trechos de livros diferentes – o primeiro é de Cristianismo Puro e Simples e o segundo é de Milagres. Ambos, porém, falam do mesmo assunto: eles expõem algumas ideias mentirosas muito presentes em nossa sociedade. Talvez as pessoas não usem mais o termo “força vital”, mas o jeito de “entendermos” Deus cai nos padrões descritos abaixo com uma frequência maior do que gostaríamos de admitir.

blue,flame,girl,glow,line,lines-5fc8f089afabfd6d6b3151f23ad86a7d_h

“Uma razão por que muitas pessoas acham a teoria da Força Vital tão atraente é que ela nos proporciona o grande consolo emocional de acreditar em um deus sem termos de assumir nenhuma consequência. Quando você se sente disposto e o sol brilha, e você não quer acreditar que o universo todo não passa de uma mera dança mecânica de átomos, é bom ser capaz de pensar nessa grande força misteriosa como uma onda gigantesca que se move através dos séculos, carregando você em sua crista. Se, por outro lado, você estiver propenso a fazer algo vergonhoso, a Força Vital, que não passa de uma energia cega, amoral e desprovida de mente, jamais irá interferir em sua vida da mesma forma como faz aquele Deus terrível, do qual ouvimos falar na infância. A Força Vital é uma espécie de Deus domesticado. Podemos acioná-la quando bem entendemos, desde que ela não interfira em nossas vidas. Podemos, assim, usufruir de todas as emoções da religião, sem nenhum custo. Seria essa Força Vital a maior expressão de falsa esperança que o mundo já viu.” (C. S. Lewis – Cristianismo Puro e Simples).

Chamo-a “religião” deliberadamente. Nós, que defendemos o Cristianismo, vemo-nos constantemente atacados pela verdadeira religião de nossos ouvintes, e não por sua falta de religião. Falemos de beleza, verdade e bondade ou de um Deus que é simplesmente o princípio de habitação interior desses três atributos; falemos de uma grande força espiritual que permeia todas as coisas, uma mente comum da qual todos somos partes, um reservatório de espiritualidade generalizada para o qual todos podemos fluir e iremos deparar com amigável interesse. No entanto, a temperatura sobe quando mencionamos um Deus que tem planos e realiza atos notáveis, que faz uma coisa e não outra, um Deus concreto, que escolhe, dá ordens, proíbe e tem caráter definido. Os ouvintes ficam imediatamente perturbados ou aborrecidos. Tal concepção lhes parece antiga, rude e até irreverente. A “religião” popular exclui os milagres porque exclui o Deus vivo do Cristianismo e acredita, em vez disso, em um tipo de Deus que evidentemente não operaria milagres ou, na verdade, qualquer outra coisa. (C. S. Lewis – Milagres).

Anúncios

Sobre noquartodopai

Em primeiro lugar, sou filha de Deus e imitadora de Jesus Cristo. Sou também uma pessoa abençoada com um marido, uma família, uma igreja e amigos que amo demais! Adoro ler, assistir seriados e filmes e aproveitar a companhia dos meus amigos. Além disso, tento postar sempre no blog para que ele nunca fique desatualizado e para que todos possam sempre ler algo de Deus aqui!
Esta entrada foi publicada em Textos com as etiquetas , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s